Por Manuela Klanovicz Ferreira

De 21 a 25 de junho de 2008, Henrique Freitas e eu estivemos em Beijing, China, para apresentar nosso artigo “From Intel VT-x to MIPS: An ArchC-based Model to Understanding the Hardware Virtualization Support” no Workshop on Computer Architecture Education (WCAE), um dos workshop que ocorrem no International Symposium on Computer Architecture (ISCA) um dos mais tradicionais simpósios da área de arquitetura de computadores. Além de apresentar o artigo no WCAE, que ocorreu no dia 21 de junho, também participamos entre os dias 23 a 25 de junho da conferência principal.
  • Artigo
  • Apresentação
  • Abstract: Due to the benefits provided by virtualization and parallel processing, such as concurrent execution of multiple operating systems, the performance of servers has grown a lot. Intel VT-x is a hardware support proposal capable of simplifying Virtual Machine Monitors (VMMs), increasing the performance of virtualized systems. This technology includes definitions of new data structures, new forms of CPU operation, and a new Instruction Set Architecture (ISA). Therefore, in order to understand how Intel VT-x works, a didactic simulation environment is very important. So, the goal of this paper is to present an extended model of MIPS R3000 based on ArchC (an architecture description language), with the main features of Intel VT-x. This proposed model, a teaching methodology and how to use this model to simulate and understand virtualization are the main contributions of this paper.

No WCAE, as apresentações ficaram divididas entre metodologias de ensino e ferramentas, como o nosso simulador, que facilitem o aprendizado.
Entre as principais seções ISCA, pode-se citar Interconnect Networks, Novel Memory System e Multi-core/Many-core Design. Houve palestras de representantes da Intel e da nVidia, em ambas ficou clara a preocupação em aumentar a capacidade de processamento dos sistemas utilizando um maior número de núcleos. Foram colocados como desafios:
  • descobrir o tamanho e a quantidade ideal de núcleos
  • representação de problemas reais de forma paralela
    • paralelização automática de problemas já solucionados de forma serial
    • ferramentas para programação paralela
  • comunicação eficiente entre os núcleos
  • na palestra da nVidia, utilização da capacidade de processamento das GPUs para computação de propósito geral

Mas houve espaço para outros assuntos, como facilidade de uso dos computadores através de interfaces mais intuitivas e imersivas, disponibilidade dos sistemas e segurança de informações.
Além disso, no final da conferência houve uma palestra do Institute of Computer Technology (ICT) parte da Academia Chinesa de Ciência (CAS) mostrando um pouco da história do projeto e da produção dos processadores da família Godson. E parece que, como ocorre com outros setores da economia mundial, pode-se esperar concorrência também na fabricação de processadores vinda da China.
Como minha primeira experiência internacional foi possível ver pessoalmente pessoas importantes da área como David Patterson, fazer contatos com outras pessoas da área de pesquisa e também da área da indústria.

Minha impressão da China foi de um país com um povo muito simpático. Em Beijing muitos falam inglês, mas mesmo os que não falam estão sempre dispostos a gesticular junto com você para lhe ajudar.

Algumas fotos do evento.
Eu apresentando
dcfc0023.jpg

Coquetel de abertura
dcfc0054.jpg

Saguão da Conferência Principal
dcfc0064.jpg

Last edited Aug 21, 2008 at 6:37 AM by mkferreira, version 9

Comments

No comments yet.